Category: DEFAULT

Um Fado Ao Acaso - Olivete Botelho - Sonho E Felicidade

Related Posts

7 thoughts on “ Um Fado Ao Acaso - Olivete Botelho - Sonho E Felicidade

  1. FADO - A VOZ DE UM POVO - Cheira Bem, Cheira a Lisboa Querida Amiga e Companheira de lutas, Que FELICIDADE ao abrir estas "páginas", ♥ Eu tenho um sonho ♥ Evoluir espiritualmente é saber aproveitar as oportunidades ♥ Fado - A voz do povo ♥ Família como fonte de energia.
  2. No trecho luzidío e nu do convés que a projecção do grande tôldo gris deixava a descoberto, êle viu que vários bigarrados e mansos grupos subiam e desciam ao acaso, num constante vaivêm, pelo sujo rasgão duma espécie de negra fossa, a um canto, e vinham em cima amadornar-se, plácidos todos e delidos como um sol de outono, todos na 5/5(1).
  3. Digo-te que sou uma mulher que vem do tempo dos silêncios e das trevas, que mergulho as mãos nas águas frias e limpas, no corpo quente das palavras. Digo-te que me entrego ao sonho, ao acaso, ao luar, à noite, à loucura. Digo-te sem saber porque digo e .
  4. No álbum interpreta Caravelas, baseado num poema de Florbela Espanca, da qual também já havia gravado um fado no CD anterior, e logo a seguir canta um poema de Gil do Carmo, um registo mais leve e aprazível, de teor contemporâneo, que se refere à cidade de Lisboa e ao Tejo. É igualmente a música mais curta do disco, com min. Anéis Author: Helder Barros.
  5. Recordo o tejo e as vielas lá da alfama Num xale negro em cada acorde da guitarra A poesia pela noite se esparrama Eu sou fadista, eu sou saudade, eu sou cigarra Bebo meu vinho de mil lembranças nesta hora Em minha mão a minha taça e o coração. Canta-me um fado, por favor, canta-me um fado Canta-me um fado bem castiço e sofredor Amália vem mostrar a todos teu reinado Dize num verso.
  6. e que ter a felicidade não é ter tudo. a vida nos engana, se é que existe uma vida e o mal talvez não exista, que seja apenas um lado da vida pelo qual não optamos. muitos Vivem uma vida de otário determinada pelos subterfúgios mais comuns são essenciais, veja bem. pensemos numa realidade num começo inverso um início sem fim. vida e morte.
  7. O fado tem “já um público conhecedor no estrangeiro, que acompanha, mas ainda há quem vá pela curiosidade de sentir um espetáculo de fado”, disse hoje o fadista Ricardo Ribeiro, que quinta-feira inicia uma digressão por palcos europeus.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *